PROCESSO de criação e colocação em prática das propostas escolares

O processo a ser seguido está apresentado resumidamente no gráfico de: «Os 7 passos para fazeres o seu tapete viajante!!!» que se encontra no final da página inicial desta secção (veja-o aqui). De seguida especificam-se um pouco mais os passos ou fases do processo que deve ser seguido.

Fase 1

Determinação do tema e do produto final do projeto da aula, segundo o currículo do centro e conforme a metodologia da aula, como já foi dito anteriormente. O mais importante é a perspectiva do projeto KOINOS: considerar a diversidade de línguas e culturas, e a multimodalidade dos materiais usados para elaborar o projeto da aula. Para consegui-lo, a possibilidade de intercambiar com outros centros aquilo que se trabalha na sala de aula através do portal torna-se uma ferramenta essencial.

Fase 2

As Histórias de Vida Linguística serão o início do trabalho na sala de aula, que pode realizar-se simultaneamente à secção 3 ou logo depois desta. Esta é uma atividade muito importante para o tapete, já que as HVL são a porta aberta a partir da qual a diversidade se torna presente na sala de aula. O retrato ou fotografia linguística que sai das tarefas das HVL da professora, dos alunos e alunas, e de toda a turma (e também das famílias) dará às outras escolas referências sobre a realidade linguística da turma.

Para o processo de elaboração destas HVL, clique aqui.

Fase 3

A negociação para definir o tema e o processo que se seguirá à elaboração do produto final vai realizar-se através de uma conversa na sala de aula (sempre que possível, deve-se tentar fazer com que as famílias façam os seus contributos). Os alunos devem assumir o papel de ator que lhes corresponde para que sejam agentes da sua aprendizagem.

Fase 4

Pesquisa de informação em todos os espaços escolares, do meio e da família, ou solicitando-a a outros centros.

Organização da turma para o trabalho por grupos.
A pesquisa de informação pode realizar-se na escola, no bairro e na família, e também solicitando ajuda a outras escolas (pode ser uma secção do tapete no portal).
Proposta de diferentes fontes de informação, tanto diretas (entrevistas a especialistas ou conhecidos) ou indiretas como, entre outros:

Textos didáticos ou de divulgação (onde aparecem gráficos, esquemas...) escritos ou multimodais e em diferentes suportes.
Textos jornalísticos (notícias, entrevistas, reportagens, artigos de opinião) adequados à idade (impressos ou multimodais e em diferentes suportes).
Textos de ficção: contos, romances e outras narrações (como diários de viagem, histórias pessoais, bandas desenhadas ou outras), canções, escritos ou multimodais e em diferentes suportes.
Jogos de mesa ou semelhantes.

Preparar a informação para a partilhar com todo o grupo.

Fase 5

Reelaboração da informação para o tapete, que será publicada no portal mediante a partilha da pesquisa realizada. Como foi feito para preparar a partilha, devem ser examinados os pontos do guião e, de acordo com os mesmos, deve-se reordenar toda a informação recolhida pelo grupo seguindo o guião e evitando repetições, escrevendo-a com palavras próprias, e não copiadas... (Tarefas e produtos finais)

Para além do produto final elaborado nas atividades de sala de aula, será interessante que os outros centros enviem para o portal, sempre que for pertinente:

Propostas de leituras e análises de textos concretos que tenham tido êxito ou sido úteis.
Propostas de tarefas relacionadas com o tema do projeto para que sejam realizadas pelos alunos de outro centro.

Fase 6

Comunicação do projeto: A comunicação mais importante é sem dúvida a que será feita com os outros centros a partir do portal, mas também favorecerá a aprendizagem dos alunos em comunicação com outras turmas da mesma escola, e também com as famílias, usando os documentos físicos elaborados e as apresentações finais que foram utilizadas para enviar o trabalho para o portal do KOINOS.

Fase 7

Realização de auto e heteroavaliação de todo o processo seguido como ferramenta final do processo de aprendizagem, a partir das rubricas ou indicadores que foram elaborados junto aos alunos durante o processo de realização do projeto de aula e, como acontece com tudo que se relaciona com o KOINOS, será feita seguindo a tradição do centro e prestando especial atenção aos aspetos plurilingues e interculturais do tema trabalhado.

Para facilitar a visão de tudo que deve ser realizado para fazer as HVL e os TV como um produto integrado, propomos o seguinte esquema: